quarta-feira, 20 de maio de 2015

Reciclando latas com decoupagem em guardanapos


A gente vai juntando, juntando e de repente tem várias latas em casa para reciclagem.
Sabemos que com estas latas de leite e achocolatados podemos criar vários tipos de artesanato, transformando simples latas em vasos, porta trecos, porta lápis, porta velas, luminárias, etc, tudo com seu gosto e com seu trabalho pessoal. Muito fácil de fazer gente...vamos enfeitar a casa?


A largura do guardanapo de papel para decoupagem é exatamente a circunferência da lata e ainda sobra um pouquinho. E um guardanapo cortado ao meio, rende 2 latas.
Algumas eu pintei de branco e outras deixei no original da lata.
Os materiais que usei estão na foto abaixo.
As rolhas, colher e prendedores são assunto para a próxima postagem, hehehe!


É importante tirar as duas folhas extras do guardanapo, deixando apenas a primeira da estampa... assim, enruga menos!
Então, passe a cola e estique o guardanapo. Depois de seco tire o excesso de cima passando uma lixa de unha.



Decoupagem feita, é hora de enfeitar, como a imaginação mandar!
Eu amo rendas...então, em algumas latas, usei rendas, botões e barbante de juta no enfeite.



Detalhes prontos...



E vamos que vamos, inventando e reciclando sempre!
Vale a pena investir nas latas... para organizar sua casa, para dar de presente ou apenas como um enfeite! 




Boas energias e aromas da natureza são sempre bem vindos...
Beijos e até a próxima!

CamomilaRosa

segunda-feira, 11 de maio de 2015

A transparência e o recomeço...


Quando estamos transparentes...estamos prontos para colorir a vida novamente!
Começar de novo, virar a página, mudar o passo e ver novas cores na vida.
As vezes, um projeto ou trabalho que não deu certo, um amor não correspondido, uma mudança de casa ou de cidade, e lá está a oportunidade do recomeço.


Quando a saída é esquecer o que passou, o transparente entra em ação, ele dá o tom e serve de suporte para zerar tudo e deixar o caminho livre para que o novo se revele em seu estado mais puro e cristalino.

 

Na casa os tons de objetos transparentes dão uma ilusão de ótica tão agradável que os ambientes praticamente dobram de tamanho.
Transparência também chama a criatividade...e num momento de introspecção e meditação, quando cessam todos os movimentos externos, podemos deixar a mente vazia, parte do nada, e aos poucos, começar a organizar as ideias e ordenar os problemas que aparecem, com mais calma e clareza.



A transparência é o dissolver das cores, é o mergulho na própria essência, é a liberação do imaginário.
Parte do texto inspirado na revista Bons Fluidos de maio-2000 n. 12



E como é bom colorir...
Um jardim de flores em um livro, uma mandala ou mesmo bordar cores em um artesanato!




Criando, meditando e recomeçando a vida sempre para aprender e ser melhor!
Uma ótima semana meus amigos e amigas que por aqui passam e por aqui ficam!!!
Beijos

CamomilaRosa


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Agulheiros, rendas e a vida!


Porque renda é sempre renda...e eu amo!
Toda vez que entro em uma lojinha de tecidos, peço o catálogo de rendas para dar uma olhadinha!
Compro poucos metros, pois o preço das mais largas é bem salgado, e depois de um tempo, encontro em minha caixa de rendas, vários e vários pedacinhos!



E o que fazer com pequenos pedacinhos?
Ah...tantas coisas, mas o que mais gosto de fazer é agulheiro e sache recheado com alfazema!

 


Fazer estas artes fofas me transmite paz, e faz com que algumas horas de meu dia sejam perfeitas!
Eu sou aquele tipo de pessoa que vê o copo meio cheio e nunca meio vazio...gosto de pensar que tudo vai dar certo durante meu dia. 
E então, em pensamento vou imaginando o que fiz que mais gostei e o que ainda vou fazer.



Hora do café, hora de entrar em meu quartelier, acender um incenso, perfumar e começar a criar, momento com os filhos, hora de ver fotos, Blog, casa, quintal, panelas...enfim, momentos e mais momentos que precisam ser divididos e vividos no capricho e com gosto...pois tudo passa muito rápido!



Já imaginou, se amanhã você pudesse fazer em sua casa apenas o que mais gosta durante o dia todo?
Desde a hora do café até a hora de dormir...escolher apenas o que ama! 
Que tudo!!!! 
Eu não ia lavar louça, hehehehehe! Mas...



Mas veja...quem sabe a gente pode fazer um pouquinho por dia!


Alguns minutos para fazer um exercício e cuidar da saúde, minutos para ligar para aquela pessoa que você tem saudade, minutos para relaxar ouvindo sua música favorita ou ver um filme, minutos para desenhar, bordar e criar, minutos para cozinhar o que gosta e para quem gosta, colher uma flor e num copo enfeitar a casa...enfim, olhe para dentro de você e descubra o que você gostaria de fazer se tivesse alguns minutos para você!


Eu vou fazer um chá!
Hoje estou na rotina de dona de casa, buscando sempre meus minutos e encontrando paz em minhas  artes e rendas!

Beijos e boas energias em sua casa!

CamomilaRosa

terça-feira, 14 de abril de 2015

Enquanto isso...viajamos para São Tomé das Letras


E nesta semana que passou, fizemos um gostoso passeio em meio a uma natureza cheia de energia!
São Tomé das Letras fica a 1440 metros de altitude no Sul de Minas Gerais logo após a cidade de Três Corações.

Vou deixar um vídeo super bacana sobre o lugar, vale a pena assistir AQUI


Sim...São Tomé tem fama de cidade bicho grilo, cidade que realinha os chakras do corpo, cidade onde aparecem luzes estranhas, discos voadores, duendes, bruxas, etc...e na minha opinião, pode ser tudo verdade, hehehehehe!


Mas, o que mais me encanta ao olhar toda a natureza do lugar, infelizmente nem tão preservada, é imaginar como seria tudo aquilo no passado, quem passou por ali, quem eram as pessoas ou seres que deixaram suas escritas rupestres nas paredes, o que aconteceu de verdade nestas grutas e cavernas e nestas estradas.



Nas fotos acima, registrei a entrada e saída da gruta que fica ao lado da igreja da cidade.


A cidade é realmente construída sobre as pedras e com as pedras...nada de asfalto por aqui!



Saindo por um caminho atrás da igreja, subimos uma rampa de pedras naturais e chegamos ao ponto mais alto da cidade.




Sentados nestas pedras, nesta atura, contemplando o silencio da natureza, o vento e a paisagem à nossa frente, posso dizer que é impossível não sentir algo especial, primitivo e de total ligação com algo maior que parece nos observar a todo momento.



Ainda no alto do mirante e caminhando para o lado oposto da piramide, encontramos a pedra da bruxa, conhecida assim por conta de seu perfil esculpido.



E por ali, caminhando por entre as trilhas, encontramos várias pedras e grutas, até que uma no alto chamou nossa atenção... resolvemos escalar e descansar por lá!






Abaixo, as duas igrejas da cidade...bem diferentes uma da outra!
A primeira construída pelos escravos para os fazendeiros, com belas pinturas revestidas em ouro e ao lado da gruta onde o escravo João Antão havia encontrado uma imagem.


A outra igreja, construída pelos escravos para os escravos, pois não podiam frequentar a igreja principal.
Toda feita com a pedra são tomé e com alinhamento perfeito com o nascer e por do sol.





No dia seguinte, saímos de São Tomé das Letras pela estrada de terra a caminho de Cruzília e Baependi, andamos por 35km pela Estrada Velha Real.
Foi uma maravilhosa aventura...paramos em várias cachoeiras pelo caminho, cruzamos muitas pontes escutamos muitos macacos e seriemas e nos encantamos com a beleza ainda preservada do lugar.



Na foto abaixo a cidade de São Tomé ficando para trás e o paredão de pedra ao longe.



Na cachoeira Eubiose, meu filho ficou anão frente ao paredão de pedra.





E assim foi...
Espero que vocês tenham gostado das fotos e quem sabe, puderam viajar um pouquinho comigo vendo as imagens!
Recomendo o vídeo que deixei o link no começo da postagem e recomendo uma visita a esta cidade de natureza diferenciada e cheia de energia magnética!



Beijos
e até a próxima...


CamomilaRosa